Putin volta a convidar Kim Jong-un para cimeira Rússia-Coreia do Norte

16 Ago 2018 / 02:04 H.

O presidente russo voltou a convidar o líder norte-coreano, Kim Jong-un, para uma cimeira com o objectivo de discutir relações bilaterais e matérias de natureza regional, informou a agência de notícias oficial do regime de Pyongyang.

A mensagem dirigida a Kim Jong-un foi enviada por ocasião da celebração da libertação da Coreia do Norte que se comemora hoje e que coincide com o 73.º aniversário da rendição do Japão no final da II Guerra Mundial.

“Estou pronto para (...) discutir assuntos urgentes nas relações bilaterais e temas importantes para a região”, escreveu Vladimir Putin na mensagem divulgada pela agência de notícias oficial da Coreia do Norte, a KCNA.

O Presidente russo também terá expressado a vontade da Rússia em participar em possíveis projectos de desenvolvimento e de infra-estruturas na Coreia do Norte, no âmbito da cooperação acordada entre Seul e Pyongyang, por ocasião do processo de pacificação na península coreana.

Putin já tinha endereçado um convite a Kim em Maio para participar no Fórum Económico do Oriente agendado para a cidade costeira russa de Vladivostok, entre 11 e 13 de Setembro.

O Presidente russo também convidou para o fórum deste ano os presidentes sul-coreano e chinês, bem como o primeiro-ministro japonês.

Caso Kim Jong-un aceite o convite, o fórum assumir-se-ia como um evento histórico ao reunir os líderes de cinco dos seis países envolvidos durante a última década nos esforços para alcançar a desnuclearização da península coreana.