Polícia espanhola detém suspeito de recrutar combatentes para o Daesh

Ceuta /
08 Nov 2017 / 08:33 H.

A polícia espanhola deteve hoje no enclave de Ceuta, no norte de África, um espanhol de 28 anos que suspeita pertencer à rede de propaganda, captação, doutrinamento e recrutamento de futuros combatentes da organização terrorista Daesh da Síria.

O Ministério da Administração Interna (Interior) espanhol revelou que o detido desenvolvia tarefas de comunicação na forma de “informador” da jihad (luta), um elemento chave na obtenção, armazenamento e distribuição de conteúdos radicais a partir dos canais oficiais do Daesh (acrónimo em árabe do Estado Islâmico).

Segundo o comunicado de imprensa, o detido fazia parte do último reduto de uma rede, que recrutava novos membros para a luta, que se situava no bairro de El Príncipe de Ceuta e que tem sido desmembrada desde fevereiro de 2016 com um total de 16 detidos.

Desde 26 de Junho de 2015, data em que a Espanha elevou para “quatro” o Nível de Alerta Antiterrorista, as forças de segurança já detiveram 208 alegados terroristas islâmicos em operações realizadas em Espanha e no estrangeiro.

Outras Notícias