Polícia Britânica anuncia “detenção relevante”

16 Set 2017 / 13:07 H.

A polícia de britânica anunciou hoje que fez “uma detenção relevante” associada ao atentado com bomba artesanal que provocou 30 feridos numa estação de metro de Londres na sexta-feira em plena hora de ponta.

“Fizemos uma detenção importante no âmbito da nossa investigação esta manhã”, indicou a polícia num comunicado. O suspeito, um homem de 18 anos, foi detido hoje de manhã pela polícia de Kent, sudeste de Inglaterra, “na zona portuária de Douvres” associado a factos “terroristas”, precisou a polícia.

“Apesar de estarmos satisfeitos com os progressos atingidos, a investigação continua e o nível de ameaça mantém-se crítico”, adiantou a polícia.

Segundo a polícia, o suspeito está detido num posto da polícia local antes de ser transferido “para uma esquadra da polícia do sul de Londres em tempo útil”.

O atentado - o quinto em seis meses no Reino Unido - ocorreu numa composição do metro em plena hora de ponta, cerca das 8:20 locais, na estação de Parsons Green, sudoeste de Londres.

Classificado como “terrorista” pela polícia, o atentado foi reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

Segundo um novo balanço publicado hoje de manhã pelos serviços de saúde, 30 feridos, dos quais nenhum foi atingido com gravidade, foram tratafos no hospital.

Apenas três dos 30 feridos ainda estão hospitalizados, adiantou a mesma fonte.

Entretanto, a estação de metro de Parsons Green, no sudoeste de Londres, foi reaberta hoje depois da explosão de sexta-feira, informou a Transport for London (TfL), operadora da rede de transportes.

Um engenho de fabrico artesanal, dentro de um balde branco, explodiu parcialmente numa composição de metro da linha District que se dirigia para o centro da capital britânica de manhã à hora de ponta.

Com a subida do alerta para “crítico”, soldados britânicos ajudarão a polícia para reforçar a segurança em postos chave de Londres, como a rede de transportes e os estádios de futebol.

Tópicos

Outras Notícias