Número de mortos de ataque num santuário xiita do Paquistão aumenta para 24

07 Out 2017 / 10:42 H.

O número de vítimas resultantes da explosão num santuário xiita, numa aldeia do Paquistão, aumentou para 24, depois da morte de quatro dos feridos, no hospital, informou hoje a polícia daquele país.

Na quinta-feira, um homem fez-se explodir num santuário xiita, numa aldeia no sudoeste do país, no distrito de Jhal Magsi, cerca de 400 quilómetros a leste de Quetta, capital da província do Baluchistão, causando, num primeiro balanço, 12 mortos e 30 feridos.

Mohammad Iqbal, da polícia do Paquistão, disse hoje que o número de mortos resultantantes do ataque elevou-se para 24, havendo mais de 20 feridos ainda a receber tratamento, alguns deles em estado grave.

O grupo fundamentalista Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque, tal como fez com vários outros atentados na região do Baluchistão.