Milícia xiita ameaça atacar tropas norte-americanas no Iraque

Iraque /
07 Dez 2017 / 10:27 H.

Uma milícia xiita iraquiana pró-iraniana ameaçou hoje atacar as forças norte-americanas presentes no Iraque após o reconhecimento pelo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como capital de Israel.

“A decisão de Trump sobre Al-Qods (Jerusalém) legitima um ataque às forças americanas no Iraque”, disse Akram al-Kaabi, líder da milícia de Noujaba em comunicado.

Este movimento, fundado em 2013, é apoiado militarmente pelo Exército dos Guardiões da Revolução Islâmica, a tropa de elite do regime iraniano.

A milícia terá cerca de 1.500 membros e faz parte dos grupos paramilitares do Hachd al-Chaabi, criados em 2014 para combater a organização extremista Estado Islâmico (EI).

“A decisão louca de Trump de fazer de Jerusalém a capital dos sionistas reaviva a insurreição para eliminar essa entidade do corpo da nação islâmica”, acrescentou al-Kaabi.

Cerca de 4.000 soldados norte-americanos estão destacados no Iraque na sequência da ofensiva do Estado Islâmico em 2014.

Donald Trump reconheceu na quarta-feira Jerusalém como capital de Israel, afirmando que “há muito que já deveria ter sido tomada” esta decisão.

O anúncio do Presidente norte-americano, que foi recebido por uma onda de contestação diplomática na Europa e no Médio Oriente, representa uma rotura com décadas de neutralidade da diplomacia norte-americana na questão israelo-palestiniana.

Donald Trump também anunciou que vai dar ordens ao Departamento de Estado para mudar a embaixada dos EUA de Telavive para Jerusalém.

Outras Notícias