Israel avisa islamitas que terá mão firme contra quem tentar atacar

Israel /
13 Nov 2017 / 03:04 H.

O primeiro-ministro israelita avisou hoje os movimentos islamitas na Faixa de Gaza que terá “uma posição muito firme” contra quem tentar atacar Israel, depois de uma série de ameaças.

Benjamin Netanyahu frisou que a ‘mão firme’ é “contra qualquer entidade”, seja organização ou fação rebelde, muito embora considere o movimento islamita Hamas “responsável por qualquer ataque lançado ou organizado desde a Faixa de Gaza” contra Israel.

O coordenador israelita das atividades nos colonatos, Yoav Mordechai, acusou anteriormente, num vídeo, a organização Jihad Islâmica da Palestina de ter desencadeado “uma conspiração contra Israel”, adiantando que o país responderá com fogo “a qualquer represália”.

A Jihad Islâmica considerou as afirmações “uma declaração de guerra” e avisou que “não vacilará na hora de proteger os palestinianos e a sua terra”.

Em 30 de outubro, Israel bombardeou um túnel em Gaza causando a morte de 12 palestinianos, a maioria milicianos da organização islamita.

Outras Notícias