Iranianos recusam dialogar com os Estados Unidos

Irão /
11 Ago 2018 / 11:21 H.

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Mohammad Javad Zarif, afastou hoje a hipótese de um encontro entre autoridades de Teerão e dos Estados Unidos, após o restabelecimento das sanções económicas por parte dos norte-americanos contra Teerão.

É a primeira vez que, de forma categórica, o Irão rejeita a oferta de diálogo proposta pelo Presidente norte-americano, Donald Trump.

Questionado pela agência Tasnim, próxima dos conservadores de Teerão, sobre um possível encontro com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, ou com outro responsável da administração norte-americana, à margem da próxima Assembleia-Geral da ONU, Zarif afirmou “não haver qualquer possibilidade”.

Trump e o Presidente iraniano, Hassan Rohani, estarão presentes na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas, que decorrerá em setembro.

À agência France-Presse (AFP), Zarif disse que “os americanos não são honestos e que a aplicação de sanções a Teerão não permite qualquer forma de negociação”.

Os Estados Unidos restabeleceram as sanções económicas contra o Irão após a retirada unilateral do país, em maio, do acordo nuclear de 2015.

  • 1
    $tempAlt.replaceAll('"','').trim()