Homem que fez reféns em supermercado em Los Angeles rendeu-se mas matou uma mulher

22 Jul 2018 / 09:37 H.

O homem que alvejou a avó e a namorada no sábado, em Los Angeles, e que fez reféns no interior de um supermercado, rendeu-se às autoridades, registando-se a morte de uma mulher no interior do estabelecimento.

A morte de uma mulher foi avançada pela agência de notícias Associated Press que citou o ‘mayor’ de Los angeles, Eric Garcetti.

A rendição do homem, que saiu algemado pela polícia norte-americana, aconteceu três horas depois deste ter entrado no estabelecimento comercial naquela cidade dos Estados Unidos.

Uma mulher ferida foi também transportada para o hospital em condições estáveis, segundo um porta-voz do corpo de bombeiros, David Ortiz.

O porta-voz da polícia de Los Angeles, o sargento Barry Montgomery, disse à AP que as autoridades norte-americanas acreditam que o suspeito, cujo nome não foi divulgado, disparou sobre a avó e a namorada por volta das 13h30 (21:30 em Lisboa) no sul de Los Angeles e depois fugiu numa viatura.

A polícia tentou deter o homem perto de Hollywood, mas este recusou-se a parar, o que motivou uma perseguição. Durante a perseguição, o suspeito disparou sobre os agentes, mas nenhum foi atingido, acrescentou Barry Montgomery.

A viatura em que seguia o suspeito acabou por embater num poste junto ao supermercado, no qual o indivíduo se refugiou, fazendo reféns.

Outras Notícias