Exposição no Vaticano dos 100 anos de Fátima adiada devido aos terramotos em Itália

03 Nov 2017 / 02:25 H.

A exposição evocativa dos 100 anos de Fátima, prevista para maio de 2018 no Vaticano foi adiada devido aos sismos que abalaram Itália, disse hoje o reitor do Santuário, Carlos Cabecinhas.

Integrada nas celebrações do Centenário das Aparições, a exposição pretende sublinhar a “especial ligação que une a mensagem e a história de Fátima ao sucessor de São Pedro e a especial atenção que os papas dos séculos XX e XXI votaram à mensagem que afirma que Deus continua presente na história humana”, refere a agenda cultural do centenário.

O evento estava previsto para maio de 2018, no braço de Carlos Magno da Colunata da Praça de São Pedro, mas “os terramotos que afetaram o centro de Itália tiveram também aí reflexo e obrigam a uma intervenção nesse espaço”, explicou hoje Carlos Cabecinhas.

“Mantemos o desejo de realizar a exposição, mas já não poderemos fazê-lo nos ‘timings’ que tínhamos previsto. Estamos em contacto com o Vaticano para tentar encontrar datas alternativas, uma vez que o nosso interesse se mantém, mas a intervenção que se vai fazer por causa dos terramotos e a instabilidade do edificado obrigam a adiar esta iniciativa”, acrescentou o reitor.

Carlos Cabecinhas sublinhou que se “trata de um adiamento” e “não de uma desistência de uma atividade que se entende particularmente significativa”.

Outras Notícias