Dylan dá nega a Obama

Músico norte-americano não estará em homenagem que o Presidente dos EUA fará a vários Nobel do país

01 Dez 2016 / 07:00 H.

O músico Bob Dylan faltou à homenagem que o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez esta noite a várias personalidades norte-americanas já distinguidas com um prémio Nobel.

Barack Obama tinha previsto um encontro com alguns dos norte-americanos distinguidos, mas Bob Dylan - Nobel da Literatura - fez saber que não estaria presente.

“Infelizmente, para todos os que querem saber, Bob Dylan não vai estar hoje (ontem) na Casa Branca, por isso relaxem”, disse o porta-voz, Josh Earnest, aos jornalistas, sem adiantar as razões para a ausência.

Bob Dylan, 75 anos, foi distinguido em outubro com o Nobel da Literatura “por ter criado novas formas de expressão poéticas no quadro da grande tradição da música americana”.

O músico e poeta avisou a Academia Sueca de que não estará presente na cerimónia de entrega do galardão, a 10 de Dezembro em Estocolmo, por ter outros compromissos.

Em 2012, Barack Obama atribuiu-lhe a Medalha da Liberdade.

Depois de 10 de dezembro, Bob Dylan terá seis meses para proferir um discurso de aceitação do Nobel, para que possa receber os cerca de 820 mil euros de prémio monetário.

Outras Notícias