Ataque em restaurante no Burkina Faso provoca pelo menos 17 mortos

14 Ago 2017 / 09:16 H.

Pelo menos 17 pessoas morreram durante um ataque perpetrado por homens armados contra um restaurante turco na capital do Burkina Faso, disse hoje o Governo.

O ataque, que ainda não foi reivindicado, começou no domingo à noite e prolongou-se pela madrugada de hoje, com uma intensa troca de tiros.

O Ministro das Comunicações, Remi Dandjinou, disse aos jornalistas que pelo menos 17 pessoas morreram e oito ficaram feridas, de acordo com dados provisórios. As vítimas têm diferentes nacionalidades, incluindo pelo menos um francês, indicou o governante.

As forças de segurança chegaram ao local com veículos blindados, na sequência de relatos de tiros disparados junto do restaurante turco Aziz Istanbul, em Ouagadougou.

Este é o segundo ataque a um restaurante popular entre estrangeiros em Ouagadougou nos últimos dois anos.

O Burkina Faso é um dos países mais pobres do mundo. Partilha a fronteira norte com o Mali, que há muito combate extremistas islâmicos.

Em janeiro de 2016, um ataque a um café causou a morte de 30 pessoas. O grupo extremista Al-Qaida no Magrebe Islâmico (AQMI), juntamente com o grupo Al Mourabitoun, reivindicaram o atentado.

Outras Notícias