Actriz pornográfica espancada por suspeitas de traição

As seguintes imagens poderão ferir a susceptibilidade de alguns leitores

EUA /
10 Jan 2017 / 12:22 H.

O lutador de artes marciais mistas (MMA) Jonathan Koppenhaver, vai começar a ser julgado em fevereiro pela tentativa de homicídio e violação da ex-namorada, a atriz pornográfica Christine ‘Christy’ Mackinday. Jonathan, que em 2008 mudou legalmente o nome para ‘War Machine’ (Máquina de Guerra) está ainda acusado de tentar matar um amigo de Christy, que o lutador acusou de manter uma relação com a então namorada.

O relatório policial dá conta de que o lutador, de 34 anos, entrou em casa, em Las Vegas, nos EUA, e acusou Christy de o ter traído com o amigo Thomas. War Machine espancou depois o homem e tentou sufoca-lo. Depois libertou-o e mando-o embora, avisando-o para não chamar a polícia. A atriz pornográfica assistiu a tudo e conseguiu chamar as autoridades, antes do agressor virar as atenções para si. Christy, de 25 anos, foi depois violentamente agredida. Foi esmurrada e arrastada pela casa e obrigada a tomar banho.

Depois, o lutador terá tentado força-la a ter relações sexuais, enquanto a jovem sangrava abundantemente. Como resultado das agressões, Christy ficou com fraturas no crânio e na face, perdeu dois dentes, sofreu lacerações no fígado e fraturas nas costelas.

A jovem partilhou fotografias das horríveis lesões nas redes sociais. Christine ‘Christy’ Mackinday já foi ouvida em tribunal e contou todos os pormenores da agressão e da tentativa de violação. O advogado de War Machine questionou a alegada tentativa de violação, alegando que o casal discutiu regularmente uma fantasia sexual de violação. Christy afirmou que tudo não passava de “um fetiche, com regras combinadas” e que “nunca quis ser violada”. A jovem acrescentou ainda que o agora ex-namorado dizia regularmente que “os verdadeiros homens violam”.