Os violadores “deviam ter pena de morte”

30 Nov 2016 / 11:00 H.

O DIÁRIO desperta nesta quarta-feira com uma notícia que está a chocar os cidadãos madeirenses. Um alegado curandeiro volta a ser acusado pelo crime de violação agravada de mais uma menor. O suspeito de pedofilia já tinha sido condenado a 9 anos de prisão no passado mês de Junho por ter abusado sexualmente de uma criança, no entanto, acabou por sair em liberdade após ter recorrido ao Tribunal da Relação de Lisboa. O assunto foi comentado por Jorge Freitas, um cidadão que questiona a Justiça em Portugal por ter colocado em liberdade um pedófilo que acabou por atacar mais uma vítima.

Outras Notícias