Investigadores detectam novas espécies nas Selvagens

20 Jun 2010 / 02:00 H.
    Cargando reproductor ...

Depois de uma semana de trabalho já foram detectadas novas espécies na fauna e flora marinha das Selvagens.
Desde 9 de Junho que investigadores de várias áreas estão a passar ‘a pente fino’ o Arquipélago.
Até agora os trabalhos concentraram-se na Selvagem Pequena, tanto em terra como no mar. Aqui foram descobertos registos novos para as Selvagens, “espécies que não estavam dadas para este local”, explicou Mónica Albuquerque, da Estrutura de Missão Para a Extensão da Plataforma Continental, e responsável pela missão em terra.
Quinze investigadores estão concentrados em estudar a fauna e flora da zona costeira.
A bordo do navio ‘Creoula’, fundeado ao largo, estão as equipas de mergulhadores, responsáveis pelo estudo da fauna e flora entre os 5 e os 25 metros de profundidade.
A partir dos 25 metros a investigação conta com o auxílio do Navio Oceanográfico ‘Gago Coutinho’, que de momento está no Funchal a reparar uma avaria.
A partir de hoje as equipas deverão rumar à Selvagem Grande para dar continuidade ao trabalho de caracterização.

Quantidade de lixo surpreendeu investigadores

A quantidade de lixo que dá à costa em zonas inabitadas surpreendeu os investigadores. "A primeira foto que tirei foi à ilha, a segunda foi ao lixo", confessa Mónica Albuquerque.

Plásticos, brinquedos, côcos, embalagens de iogurtes fabricados no Perú foram alguns dos objectos com que se depararam os investigadores assim que chegaram à Selvagem Pequena. Daí que tivessem optado por reservar um dia para a limpeza da zona costeira da ilha.

 

Outras Notícias