Vendas de casas na Madeira atingem máximo de dois anos e meio

Valor das transacções no 3.º trimestre aproximou-se dos 91,8 milhões de euros, de um total de 758 alojamentos familiares

20 Dez 2017 / 14:51 H.

“No 3.º trimestre de 2017, transaccionaram-se 758 alojamentos na RAM, o que representa um aumento trimestral de 23,1% e homólogo de 34,9%”, refere hoje a Direcção Regional de Estatística da Madeira em nota publicada no seu site.

No acumulado do ano, em nove meses foram vendidas 2.067 casas novas e usadas, superando já os piores anos da crise (2013 e 2014).

“Do total de alojamentos vendidos, 573 diziam respeito a alojamentos existentes (75,6% do total), sendo os restantes 185 alojamentos novos. Estes dois segmentos evidenciaram uma evolução positiva relativamente ao 2.º trimestre de 2017: os primeiros aumentaram 25,7%; os segundos 15,6%”, salienta ainda a DREM.

Acrescenta ainda que “o valor dos alojamentos transaccionados neste trimestre situou-se nos 91,8 milhões de euros, mais 25,7% que no trimestre precedente (73,0 milhões de euros) e mais 35,8% que no trimestre homólogo (67,6 milhões de euros)”.

É o valor mais alto desde o 1.º trimestre de 2015 (mais de 107,6 milhões de euros), mais precisamente dois anos e meio. Nestes nove meses de 2017, o valor das transacções já se aproxima dos 250 milhões de euros. Significa que a média das transacções deste ano situa-se nos 121 mil euros.

Especifica que “nos alojamentos novos, o valor das vendas atingiu os 27,4 milhões de euros, enquanto o relativo aos alojamentos existentes se fixou nos 64,3 milhões de euros”.

Já no “conjunto do País, no mesmo período, foram transacionados 38,8 mil alojamentos, significando um aumento de 5,1% face ao trimestre anterior. Estas transações geraram 4,9 mil milhões de euros”, conclui.

Outras Notícias