Universidade Sénior de Câmara de Lobos abriu a mais um ano lectivo

11 Out 2017 / 18:30 H.

Realizou-se, hoje, nas instalações da Biblioteca Municipal de Câmara de Lobos, a cerimónia de abertura do ano lectivo 2017/2018 da Universidade Sénior, inscrita na RUTIS (Associação Rede de Universidades de Terceira Idade).

Este projecto que se iniciou em 2012 e que completa cinco anos, conta com a participação de 71 alunos e “a prova do seu sucesso é o crescente número de alunos”, começou por dizer Rita Andrade, secretária regional da Inclusão e Assuntos Sociais.

“Para que o aumento da terceira idade não seja visto como um problema, mas como uma riqueza, é preciso investir nas condições e na qualidade de vida dos idosos. As universidades seniores, felizmente em amplo crescimento, somam uma parte da resposta que a sociedade deve de estimular e apoiar”, disse a secretária, acrescentando que estes locais existem para “aumentar a qualidade de vida e de viver” de quem os frequenta.

Reduzir o declínio intelectual, aumentando os níveis de autonomia social, pertença social, combater a dependência familiar e a degradação individual são os propósitos das universidades seniores, pólos que já perfazem um total de 300 universidades e academias seniores no país e que são frequentadas por cerca de 45 mil alunos com mais de 50 anos. “Câmara de Lobos está neste mapa”, salientou Rita Andrade.

Outras Notícias