Sofia Canha quer uma melhor resposta social aos idosos

09 Jun 2018 / 19:36 H.

Sofia Canha, deputada do PS-M, foi quem coordenou a mesa redonda sobre Desenvolvimento Social, tendo como tema central a ‘Habitação e Respostas Sociais para a 3ª idade’.

Por entender que “a habitação e a resposta social ao idoso são duas das questões mais básicas e fundamentais numa sociedade”, eis a razão da “premência” destas temáticas. Na questão da pessoa idosa, “a transformação muito rápida, mais rápida do que o próprio sistema para tentar se adaptar à nova realidade do aumento da esperança de vida, felizmente, fez com que agora, infelizmente, também estejam criadas condições e problemas sociais muito graves para o idoso. Sobretudo para aqueles que não têm autonomia e são dependentes”, destacou a parlamentar.

Porque “é função do Estado dar a resposta social que esses idosos dependentes, social e economicamente frágeis”, a socialista entende que não basta assegurar a protecção na Saúde, mas importa também garantir que estes idosos em situação mais precária estejam devidamente protegidos sua integridade física e mental do idoso, ou seja, compete a quem governa “salvaguardar a devida protecção destes cidadãos de acordo com o aumento da esperança de vida”.

Outro problema “transversal” é a habitação social. Além de considerar que “nunca houve uma resposta de habitação plena” a “especulação imobiliária” também contribui para agravar o problema.

Outras Notícias