“Só sobrevivem as espécies que sabem adaptar-se à mudança”

24 Fev 2018 / 20:01 H.

A secretaria regional dos assuntos sociais, Rita Andrade conclui dois dias de trabalho na ilha do Porto Santo. A governante presidiu, no final da tarde deste sábado, no auditório do Centro de Cultura e de Congressos a quatro dias dedicados ao conhecimento e sua evolução ao longo dos tempos de Charles Darwin.

“Foram efectivamente quatro dias muito ricos em termos de discussão sobre a evolução humana e da espécie”, referiu Rita Andrade. “De facto Charles Darwin há 250 anos foi um visionário e com uma série de preocupações e de estudos que são hoje actuais, e nos juntam hoje em dia para pensar e reflectir um pouco sobre o passado, o presente e projectar o futuro”, acrescentou.

Ainda sobre o tema Charles Darwin disse que “só as espécies que souberam adaptar-se à mudança, sobreviveram”.

”Foram analisados ao longo destes quatro dias de trabalho, as mudanças e a evolução e que se colocam a todos os níveis, religiosos, psicologia, sociologia e até na mediação família, são tudo fruto da evolução humana e que de certo modo nos podem muito ajudar a manter na linha da frente”, disse Rita Andrade.

Integrado nesta semana dedicada a Charles Darwin, realizou-se no centro de congressos o primeiro seminário sobre mediação familiar sob o tema “mediar, comunicar para transformar”.

O DIÁRIO falou com Luísa Santos, do Instituto Português de Mediação Familiar a nível regional, que salientou a propósito deste primeiro seminário que, “hoje toda a nossa sociedade sai beneficiada com este paradigma da mediação”.

O Instituto de Mediação Familiar tem como função “desenvolver esta cadeia de divulgação sobre o que é que é a mediação e quais os seus benefícios”. Perante uma sociedade cada vez mais movimentada e por conseguinte, mais complexa, o papel dos mediadores são fundamentais. ”O que a mediação nos ajuda a encarar nesta vida e na sua complexidade é exactamente este poder que cada um tem de gerir a sua vida”. Isto para dizer que “a mediação não é mais nem menos do que uma gestão positiva da nossa vida”.

O próximo congresso de Mediação Familiar vai acontecer no próximo ao, na ilha da Madeira.

Tópicos

Outras Notícias