Região Autónoma da Madeira com mais empresas constituídas do que dissolvidas em 2017

22 Jan 2018 / 12:16 H.

Segundo os dados fornecidos pela Direção Geral da Política de Justiça ao INE, em 2017, o número de constituições de sociedades (981) com sede na Região Autónoma da Madeira foi superior ao número de dissoluções (575), resultando num saldo positivo de 406 sociedades. Comparativamente a 2016, observaram-se mais 103 constituições e menos 243 dissoluções.

Com efeito, é preciso recuar ao ano de 2008 (+497) para encontrar um saldo mais positivo do que o contabilizado em 2017.

Desagregando os dados por trimestre constata-se que o 4.º trimestre de 2017 registou um saldo positivo entre a constituição e a dissolução de sociedades (+68), mantendo-se a tendência observada nos outros três trimestres de 2017.

Desagregando os dados de acordo com a Atividade Económica das sociedades constata-se que para o saldo global positivo no ano em referência, contribuíram essencialmente o “Alojamento, restauração e similares” (+123), seguido das “Atividades de consultoria, científicas, técnicas e similares” (+79), das “Atividades imobiliárias” (+74), das “Atividades de informação e de comunicação” (+38) e do “Comércio por grosso e a retalho; reparação de veículos automóveis e motociclos” (+32). Em sentido inverso, as atividades com saldo negativo registaram-se nos “Transportes e armazenagem” (-14), nas “Atividades financeiras e de seguros” e na “Construção” (-7, em ambos os casos).

Reduzindo o âmbito da análise ao 4.º trimestre de 2017, por atividade, observa-se que o saldo positivo mais pronunciado vem das “Atividades imobiliárias” (+36), seguido do “Alojamento, restauração e similares” (+20) e das “Atividades de consultoria, científicas, técnicas e similares” (+19). Por sua vez, os saldos negativos mais acentuados registaram-se no “Comércio por grosso e a retalho; reparação de veículos automóveis e motociclos” (-12), nos “Transportes e armazenagem” (-9) e nas “Atividades financeiras e de seguros” (-5).