Reconstrução de passagens hidráulicas entre o Santo da Serra e a Referta concluída em Outubro

12 Set 2018 / 11:32 H.

Miguel Albuquerque visita amanhã a empreitada, orçada em 3,6 milhões de euros

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, visita amanhã, pelas 11 horas, a empreitada de reconstrução de passagens hidráulicas e muros de suporte na ER 110, no troço entre Santo da Serra e a Referta.

A obra está orçada em 3,6 milhões de euros e está já na sua fase final, estando prevista a sua conclusão para o próximo mês de Outubro. Foi adjudicada ao consórcio formado pela Construtora do Tâmega e pela Andrade e Gutierrez.

Trata-se da obra de requalificação e alargamento de 14 passagens hidráulicas. E ainda de reparação dos muros de guarda, danificados pelo temporal de novembro de 2013, a par da repavimentação nos troços agora intervencionados.

A obra vai melhorar, imenso, as condições de segurança em todo aquele traçado, para além de facilitar a circulação no mesmo troço, já que as pontes serão alargadas.

Decorrente do temporal que assolou a costa norte da ilha nos dias 28 e 29 de Novembro de 2013, mais precisamente em Santo António da Serra e no Porto da Cruz, verificou-se em determinadas passagens hidráulicas que atravessam a presente estrada regional, o galgamento das mesmas face ao excesso de caudal líquido e sólido que transportavam, provocando danos avultados no pavimento e nas construções circundantes.

Por outro lado, tendo sido construída na primeira metade do Século XX, é perceptível a insuficiência das secções de vasão da generalidade das passagens hidráulicas existentes sob a ER 110, que são incompatíveis com os caudais líquidos e sólidos efluentes.

Com o redimensionamento das passagens hidráulicas, o Governo Regional pretende assim “minimizar e prevenir futuras situações de riscos naturais, minimizando a probabilidade de futuras ocorrências semelhantes às verificadas em Novembro”.

Outras Notícias