Quase 200 funcionários da autarquia de Machico com acesso a medicina do trabalho

20 Mar 2017 / 17:19 H.

Um total de 182 funcionários da Câmara Municipal de Machico passou a ter direito, pela primeira vez, a medicina do trabalho. “Esta valência, que é estendida também à vereação e aos membros do gabinete de apoio, terá inicialmente a duração de dois anos e é uma medida prevista na lei há vários anos não tendo, no entanto, sido tomada anteriormente”, informa a autarquia em comunicado.

“Os funcionários passam a ter direito a realizar um conjunto de exames obrigatórios, mas que dependem do conteúdo funcional de cada carreira. A título de exemplo, o corpo de Bombeiros Municipais está abrangido por uma serie de testes como a prova de esforço e a espirometria”, adianta.

Durante os últimos dias e até esta sexta-feira, os primeiros exames estão a ser efectuados naquele concelho, num veículo licenciado e equipado para a Medicina do Trabalho, “nesta primeira ronda de exames a quem dedica a sua vida ao município há muitos anos e que nunca tinha tido este tipo de assistência”.

O acesso a diversos serviços de saúde está agora ao dispor destes mesmos colaboradores da autarquia, passando, além de todos os direitos que estão previstos na Medicina do Trabalho.

No âmbito deste acordo firmado pela autarquia presidida por Ricardo Franco e a empresa Medicassur, passa também a haver um leque variado de descontos ao dispor dos profissionais da câmara, nomeadamente em serviços de fisioterapia, massagens, nutrição, diversas especialidades médicas, ginásios e oculistas, entre outros.