PTP faz queixa na CNE contra presidente da Junta de Freguesia de São Gonçalo

Raquel Coelho repudia “o carácter anti-democrático” e “o caciquismo do presidente da Junta de Freguesia de São Gonçalo” e apresenta queixa na CNE por violação dos deveres de neutralidade e imparcialidade

19 Jun 2017 / 15:42 H.

Raquel Coelho, candidata do PTP à autarquia do Funchal, repudiou, esta manhã, o comportamento do presidente da Junta de Freguesia de São Gonçalo, acusando-o de “perseguir e intimidar os candidatos do Partido Trabalhista que estão recenseados na freguesia de São Gonçalo”.

A candidata do PTP explicou, em conferência de imprensa, que os candidatos recenseados na freguesia de São Gonçalo, estão a ser contactados pela Junta, “com intimidações e chantagens numa tentativa de dissuadi-los da sua candidatura”. “Já tivemos desistências frutos das pressões exercidas”, esclareceu Raquel Coelho.

Numa iniciativa política em São Gonçalo, o PTP acusa o PS e a Coligação Confiança de usar a “pobreza das populações” para obter proveitos eleitorais. “Não podemos aceitar que uma Junta que foi eleita com a ajuda do PTP, venha fazer o mesmo que o PSD fez ao longo dos anos”, referiu Raquel Coelho.

A candidata do PTP também informou que já fez queixa à Comissão Nacional de Eleições de Bruno Ferreira, Presidente da Junta de Freguesia de São Gonçalo, por violação dos deveres de neutralidade e imparcialidade a que as entidades públicas estão sujeitas no período eleitoral.”

Outras Notícias