PSD/M acusa “a direcção tricéfala do PS” de andar numa “azáfama para mostrar trabalho”

16 Mar 2018 / 19:01 H.

O PSD/M acusa “a direcção tricéfala do PS” de andar numa “azáfama para mostrar trabalho”.

Numa nota de imprensa enviada à redacção, assinada pelo secretário geral do partido, Rui Abreu, diz que os socialistas não se preparam para os assuntos e convocam a comunicação social para “discorrer sobre temas que manifestamente fogem do domínio da confecção do arroz de lapas” que “é a grande prioridade de Emanuel Câmara para a Madeira”.

“Também sobre a saúde, tal impreparação não é nenhuma novidade. Tal como não é novidade continuar-se sem saber o que está o PS/Madeira a fazer para que o Governo de Costa inscreva no Orçamento do Estado verbas para a construção do Novo Hospital. Ou, ainda, para que Costa pague os 16 milhões de euros de dívida ao Sistema Regional de Saúde”, refere e acrescenta: “Isso é que eles ainda não explicaram. E, sabemos nós, não vão nunca explicar”.

O PSD/M diz que sabe que “os profissionais de saúde poderiam ter melhores condições de trabalho e até que os madeirenses podiam ter acesso a cuidados de saúde em melhores condições”. Mas sublinha que o PSD/M “também sabe que quem lhes tem negado esse direito tem sido o Partido Socialista, que tudo tem feito para a travar o novo hospital e não pagar o que deve à Região”.

“Se o PS quer realmente falar das questões da saúde alargue, se não for incómodo, o seu horizonte e veja o que está a acontecer nos Açores e no país. A julgar pelas últimas notícias, não faltarão, certamente, situações com que se poderá ocupar”, conclui.

Tópicos