PSD destaca esforço para manter vivo património cultural

19 Mai 2018 / 19:52 H.

A deputada social-democrata Josefina Carreira defendeu, esta tarde, que “mais importante do que estar a preservar e a registar o património imaterial é manter vivas estas tradições e nada melhor do que o fazer através de oficinas, como aconteceu recentemente em relação aos embutidos e à tecelagem”, no Museu Etnográfico da Ribeira Brava.

As declarações foram prestadas no final das Jornadas Temáticas sobre Património Cultural que o grupo parlamentar do PSD organizou nos últimos dias. O património cultural imaterial abrange as tradições, os ofícios, a gastronomia, as festas religiosas ou a música. Ora a porta-voz da iniciativa apontou o Museu Etnográfico na Ribeira Brava como um exemplo que demonstra “a política do Governo Regional de defesa deste património que é tão sensível por ser imaterial”. A instituição já existe há 21 anos e faz um trabalho de recolha e preservação do património cultural imaterial, além de promover exposições itinerantes junto de escolas e outras instituições da comunidade e que organizar oficinas com vários saberes.

Ainda na linha de preservação do património imaterial, Josefina Carreira destacou a importância do portal ‘Museus da Madeira’, lançado em 2016 e que permite conhecer online tal legado cultural através de registos áudio, escrito e imagens. “Desta forma estamos no bom caminho para salvar o património cultural imaterial”, entende a mesma deputada.

As Jornadas Temáticas sobre Património Cultural contemplaram uma visita ao Museu de Fotografia Vicentes e um seminário intitulado ‘As Memórias de um Povo’ e, hoje, uma passagem pelo Museu Etnográfico na Ribeira Brava.

Tópicos

Outras Notícias