PS quer salvaguardar património móvel e imóvel

17 Mai 2018 / 16:57 H.

O Grupo Parlamentar do PS-Madeira dará entrada, na Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, a um Projeto de Decreto Legislativo Regional que visa estabelecer o regime jurídico relativo à inventariação, classificação, protecção e valorização dos bens culturais móveis e imóveis existentes na Região Autónoma da Madeira.

A deputada Sofia Canha afirma que “a salvaguarda e a valorização do património construído compreendem a conservação e transmissão às gerações futuras de todo um legado imóvel. Por essa razão, qualquer intervenção sobre esse património pode estar a agir sobre valores arquitetónicos de índole volumétrica, espacial, funcional, estrutural, construtiva ou estética. Esses valores, individualmente ou em conjunto, conferem ao edificado uma expressão própria e inconfundível, que uma operação de preservação pode facilmente destruir.

Por outro lado, é indispensável encarar os novos desafios relacionados com a necessidade de adaptar o património imóvel classificado, assim como os imóveis situados nas respectivas zonas de protecção, às atuais condições e exigências de conforto sanitário e ambiental, à prevenção contra pragas e catástrofes naturais, ou às condições gerais de segurança e desempenho energético impostos pela lei. São condições e exigências que podem resultar em intervenções muito intrusivas ou implicar a utilização de equipamentos e acessórios que provocam, geralmente, alterações significativas na imagem dos imóveis ou conjuntos e que, portanto, têm de ser cuidadosamente projectadas e avaliadas”.

A deputada socialista salientou também que “a salvaguarda e valorização do património imóvel, nas condições deste diploma, implicam, consequentemente, uma responsabilidade acrescida, não só dos técnicos e entidades a quem cabe a apreciação dos projectos de intervenção no património construído, mas também dos projectistas a quem cabe fazer uma instrução mais profunda e mais completa desses projectos.

Considerando o desejo de proteger e valorizar mais eficazmente o património móvel e imóvel da Região Autónoma da Madeira e as vantagens de unificar e simplificar a legislação regional relativa à salvaguarda desse património”.

Face ao exposto, o Grupo Parlamentar do PS recomenda ao Governo Regional que desenvolva medidas destinadas à protecção e valorização do património móvel e imóvel com respeito pelas competências e em colaboração com a administração central e local.

Outras Notícias