Professores da Escola do Estreito frequentaram formação em Bruxelas

22 Ago 2018 / 12:29 H.

Cinco docentes da Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos participaram, entre 17 e 21 de Julho em Bruxelas (Bélgica), numa formação realizada no âmbito do programa ‘Erasmus +, Ação-Chave 1’. A participação neste curso, intitulado ‘Non-formal education at school. Methods and tools to empower students motivation and learning.’, constituiu a terceira e última mobilidade de professores do referido estabelecimento de ensino fazendo parte do projecto ‘Bridges to success’ (Pontes para o sucesso). Juntamente com os cinco docentes provenientes da Madeira – Carlos León, Iola Ferro, Marsília Abreu, Odília Pereira e Susana Corriça –, esta formação registou a presença de docentes de outras quatro nacionalidades – Alemanha, Croácia, Espanha e Itália –, além de portugueses de outros pontos do nosso país.

Esta formação foi especialmente produtiva no que diz respeito às formas de trabalhar as principais competências para o século XXI e no que se refere ao uso das ferramentas tecnológicas para a aprendizagem não formal.

De referir que os cinco participantes da Escola do Estreito fizeram questão, tal como os seus colegas nas anteriores mobilidades, de aproveitar esta participação para promover a Região Autónoma da Madeira, tendo inclusive organizado dois momentos para que os diversos participantes no curso provassem algumas iguarias típicas da nossa região, como por exemplo o Vinho Madeira, o bolo de mel e a poncha.

Paralelamente, esta deslocação permitiu conhecer a cidade de Bruxelas e visitar alguns dos principais pontos de interesse em termos históricos e culturais, incluindo uma visita ao Parlamento Europeu, possibilitando também o intercâmbio de experiências com os participantes de outros pontos da Europa.

Tópicos

Outras Notícias