Problemas de roedores em casa?

Sete sinais de que os tem!

30 Nov 2016 / 09:00 H.

Os ratos estão entre as pragas domésticas mais comuns, especialmente nos meses mais frios, e também dos mais difíceis de controlar pelo proprietário.

Acha que tem problemas com roedores?

Aqui estão 7 dicas para descobrir se efectivamente tem uma infestação de roedores:

Dica # 1: Rato fezes

Se encontrar pequenas bolas oblongas que se assemelham com arroz preto, podem ser excrementos de ratos. As fezes são mais abundantes perto de fontes de alimentação e nidificação. Se encontrar, tenha cuidado. Fezes de roedores podem emitir partículas nocivas e contaminadas, por isso não deve varrer vigorosamente ou efectuar a aspiração. Em vez disso, deve pegá-los cuidadosamente com luvas e uma toalha de papel e descartá-los em sacos de plástico. Certifique-se que desinfecta toda a área.

Dica # 2: Padrões de tráfego

Os ratos seguem as suas rotas favoritas do tráfego em volta da sua casa. Noutras palavras, eles geralmente correm ao longo das mesmas paredes e rodapés noite após noite.

Procure um caminho de manchas sujas no chão, onde ratos deixaram a sua pele e marcas das patas. Este é um sinal de um trajecto de alto tráfego de roedores.

Dica # 3: Hábitos alimentares

A comida de cão ou o saco de sementes de pássaro apareceram subitamente espalhados? Os ratos mastigam pelo seu caminho, todos os tipos de caixas e sacos para chegarem ao seu favorito - grãos e cereais. Verifique se há furos em sacos e pequenas trilhas de migalhas em torno de recipientes de alimentos na sua despensa. Se deixou manteiga ou bacon no balcão da cozinha, inspeccione-os cuidadosamente, pode encontrar pequenas marcas de dentes. Certifique-se que qualquer alimento em que os ratos tocarem é de imediato deitado no lixo.

Dica # 4: Material de nidificação

Os ratos adoram encontrar um lugar aconchegante onde se escondem e deixam as crias. Por exemplo, a área quente atrás do frigorifico ou fogão com luz. E também gostam de criar o seu ninho atrás dos armários e despensas. Eles colectam papel, tecido rasgado, pedaços de embalagens de comida e outros matérias para fazer um ninho – onde o cheiro intenso de urine é notório! Se notar furos no tecido ou um pequeno aglomerado de material num canto, com ou sem fezes nas proximidades, poderá ter ratos.

Dica # 5: Sons de ratos

Ouvir aquele ‘pitter-patter’ sobre sua cabeça... Quando estes sons ocorrem todas as noites, e não apenas sobre a sua cabeça, mas nas paredes e em todo lado, poderá ter ratos.

Preste atenção onde ouve arranhões e corridas, pois essa área provavelmente está perto da fonte do problema.

Dica # 6: Odor de rato

Pode sentir o cheiro da sua presença. Poderia ser um ninho, um rato morto preso em algum lugar ou excrementos de roedores. Mas mesmo se o seu nariz não detecta, o seu animal de estimação pode. Por exemplo, se o seu gato ou cão é de repente focado para um determinado canto ou parte da casa, ele ou ela pode ter encontrado o local do problema.

Dica # 7: Avistar um rato

Quando avistar um rato na sua casa, considere os hábitos reprodutivos do rato. Ratos fêmeas podem dar à luz 10 vezes por ano, com uma média de seis a oito ratos por ninhada. Se fizer as contas ... esse pequeno problema pode ser rapidamente um grande problema.

Nota: A sua casa poderá estar vulnerável à entrada de roedores se existirem brechas nas portas, nas paredes, nos rodapés ou nas janelas.

Consulte o guia de pragas da Extermínio, disponível no nosso website, para conhecer os vários tipo de ratos e morganhos, os seus aspetos, biologia e hábitos, http://www.exterminio.pt/pt/pest/pest-68.

O controlo e prevenção de ratos e murganhos em casa são importantes por razões de saúde e segurança.

Se suspeitar de uma infestação, procure profissionais habilitados que lhe poderão aconselhar.

Em prol da saúde pública!

Outras Notícias