Primeira fase do exame de português considerada “acessível”

DIÁRIO falou com uma estudante que fez o exame hoje no Funchal

19 Jun 2017 / 17:12 H.

Esta segunda-feira, dia 19 de Junho, realizou-se a 1.ª fase do Exame Nacional de Português, onde estiveram inscritos 79.025 alunos do ensino secundário a nível nacional.

O DIÁRIO falou com uma aluna, Jéssica Olim, que considera que a prova 639 (Português) foi “acessível”.

Explicou que, na parte A do Grupo I da prova, saiu a poesia de Alberto Caeiro, um dos heterónimos de Fernando Pessoa, com o poema ‘XXXVI de O Guardador de Rebanhos’. “Neste poema tive que explicitar a relação que o sujeito poético estabelece com a natureza, assim como as suas sensações”, afirma a aluna.

Por sua vez, na parte B, saiu um texto de Vergílio Ferreira que tinha como tema central a sua infância, sendo que a comparava com o Inverno.

Já o grupo II continha texto relacionado com a cultura científica, com diversas questões de escolha múltipla e de respostas curtas. “Tive que reler o texto para poder começar a responder”, diz a aluna, declarando ainda que “não foi de difícil compreensão, mas as alíneas deixaram-me inicialmente confusa”.

Por fim, no grupo III, foi apresentada uma frase sobre a qual a jovem teve que realizar um texto bem estruturado, com o mínimo de duzentas a trezentas palavras, defendendo uma perspectiva pessoal relacionada com o modo como o passado é percepcionado através da memória. “O tema pareceu-me bastante interessante, mas no desenrolar do texto apetecia-me escrever mais, mas tive que parar se não ia exceder o limite permitido de palavras”.

A estudante espera ter um bom resultado neste primeiro exame de três que realizou, confessando ainda ao DIÁRIO que está “ansiosa para saber o resultado final”.