PPM critica falta de estratégia e política do betão

06 Dez 2017 / 09:10 H.

O Partido Popular Monárquico Madeira através do coordenador regional assume-se preocupado com “o abrandamento pelo segundo ano consecutivo” do crescimento económico na Região. Em nota enviada à redacção, João Noronha, critica a falta de uma estratégia em termos de investimento e a aposta no betão.

O PPM acredita que no caminho actual, “dificilmente será possível retomar ideias de investimento público”, lamentando que novamente o governo da república “será o culpado ou não estivéssemos na Região da mão estendida e mal-agradecida para beneficiar as poucas famílias donas da Madeira”.

A voz dos monárquicos ergue-se em defesa da agricultura e pescas, áreas que, acreditam, precisam de maior atenção e vão continuar de fora. Numa rápida análise à actualidade económica, João Noronha afirma que a queda nas exportações é superior à anunciada e que a baixa no desemprego é uma ilusão. “O governo que prevê uma redução gradual do desemprego é porque talvez desconheça que cada vez são mais aqueles que fogem da Madeira procurando uma vida melhor e tantos outros que já não estão inscritos nos centros de emprego porque preferem trocar por trabalho precário. Assim também eu falava de uma forma positiva”, finaliza o coordenador.

Tópicos

Outras Notícias