Pedro Ramos reuniu-se com a Ordem dos Médicos

Secretário da Saúde diz estar a instituir uma cultura de proximidade

11 Jan 2017 / 18:50 H.

O secretário da Saúde tem desenvolvido um conjunto de reuniões, com vários actores do sector, tanto de entidades por si tuteladas, como externas. Hoje, Pedro Ramos esteve reunido com os representantes da Ordem dos Médicos na Região, em mais um acto que incorpora a “cultura de proximidade”, que o governante diz estar a instituir.

O secretário diz querer que essa cultura de proximidade se torne num exemplo de actuação.

As audições que Pedro Ramos está a promover e que, nos próximos dias devem conduzir a reuniões com os demais representantes de quem trabalha na área da saúde, visam permitir uma melhor organização do sector. “Temos de pensar em organizar melhor e planificar melhor.”

Na área dos cuidados de saúde primários (centros de saúde), o propósito é optimizar o trabalho de reorganização iniciado no ano passado, com Faria Nunes.

Pedro Ramos lembrou que o SESARAM é a maior empresa da Região e que envolve perto de cinco mil profissionais, entre pessoal médico e não médico. Para que melhor funcione e porque as organizações evoluem, como justificou repetidamente o secretário da Saúde, está em preparação o novo Regulamento do SESARAM. Um documento que serve para os colaboradores terem perfeita noção de onde se encaixam na estrutura, que serviços existem, que organizações inclui, quem faz o quê, formas de agir...

O secretário da Saúde voltou a falar na humanização dos serviços e na proximidade, também entre colegas. “Apesar dos períodos agitados na saúde (não apenas a última mudança) conseguimos progredir, em termos de acreditação, que serão anunciados em Janeiro”, antecipou o governante.