Pedro Ramos diz que o futuro irá trazer uma “grande percentagem” de doentes mentais

11 Out 2017 / 12:59 H.

“O futuro vai nos trazer uma grande percentagem de doentes nesta área [da saúde mental]”. A constatação é de Pedro Ramos que esteve, esta manhã, na sessão de abertura do seminário ‘Pensar Positivo e Saúde Mental’, promovido pela Casa de Saúde Câmara Pestana, que se realizou no Teatro Municipal Baltazar Dias.

O secretário regional da Saúde disse que “as doenças do foro mental são, de facto, uma garantia do seu aparecimento no futuro” devido ao “envelhecimento” da população. “E para pensar positivo, nós temos que iniciar, neste momento, uma nova estratégia e um novo rumo para a abordagem da saúde mental na RAM, contando com os psiquiatras, psicólogos, médicos de família, enfermeiros e todos os técnicos, assim como com todas as instituições de saúde que têm doentes mentais”, sustentou, acrescentando que estas irão continuar a ser apoiadas pelo Governo Regional devido ao trabalho que têm vindo a realizar nesta área em conjunto com o executivo regional.

Pedro Ramos referiu que a saúde mental “é uma prioridade” e um “grande desafio para o Serviço Regional de Saúde para os próximos anos”. “Temos já uma percentagem muito elevada de pacientes/utentes com mais de 65 anos de idade e uma elevada percentagem de doentes com problemas mentais. Temos já quase 800 camas de doentes nesta área e, naturalmente, para o sucesso e para a continuidade da abordagem, do tratamento e do acompanhamento, o Governo Regional tem que desempenhar a sua missão, promovendo e possibilitando o aparecimento de condições adicionais àquelas que têm existido até agora”, realçou, acrescentando, em jeito de conclusão, que “é preciso pensar positivo”.

Tópicos

Outras Notícias