Orçamento para 2018 “mantém a mesma carga fiscal de 2017”

07 Dez 2017 / 16:56 H.

Em declarações à comunicação social no final da reunião da Vereação, esta quinta-feira, o vereador do CDS-PP na CMF, Rui Barreto, desconstruiu a narrativa do presidente da Autarquia, Paulo Cafôfo, de que em 2018 há “desagravamento fiscal” para os funchalenses.

“Não é verdade”, garante Rui Barreto. “O Orçamento para 2018 mantém a mesma carga fiscal de 2017”, resume.

O pacote fiscal para 2018 foi o tema em destaque nesta reunião semanal de Câmara, tendo sido aprovado com os votos favoráveis do vereadores da Coligação Confiança e com a abstenção da oposição.

A proposta para o próximo ano prevê: uma diminuição da taxa de IMI de 0,3 para 0,35%, uma devolução de 1,9 milhões de euros de IRS aos munícipes e a manutenção da taxa de derrama nos 0,5%.