“Não basta mudar as moscas, é preciso mudar as políticas”

12 Out 2017 / 11:15 H.

Roberto Almada teme que esta remodelação não surta qualquer efeito. “Não basta mudar as moscas, é preciso mudar de políticas e sobretudo é preciso que o governo comece a resolver as grandes questões da Madeira e aquilo a que se comprometeu”, diz o deputado do BE que tem outras preocupações, como o facto de “a vinda de Pedro Calado para número 2 do governo, não seja o reforço dos interesses privados no Governo Regional”. Interesses privados que já existiam, diz Almada, mas que passam a ser reforçados. “Basta saber que Calado vem de uma das maiores empresas da Madeira”.

Outra questão preocupante tem a ver com os avanços e recuos destas remodelações que nada resolvem. “Já vamos no terceiro secretário regional da saúde que nada resolveu no sector”, referiu.

Mais do que abordar, pessoas, “o importante é que as políticas mudem e que o governo regional comece a resolver os problemas da Madeira e dos madeirenses”.

Outras Notícias