MPT que “dar voz aos mais pobres” em Machico

19 Jun 2017 / 10:56 H.

“A minha candidatura pelo MPT à Câmara Municipal de Machico tem como principal objectivo dar voz aos mais pobres, aos desfavorecidos, desta forma a prioridade será o apoio social: às crianças, aos jovens, aos idosos mais carenciados”, diz Virgínia Henriques, em nota escrita à comunicação social.

A candidata do MPT acrescenta: “Pretendo trabalhar de forma honesta, basta de hipocrisia! Há dinheiro que devia ser canalizado para outras prioridades. As estátuas enriquecem o património Municipal, mas não resolvem os problemas da população. Ainda existe pobreza no nosso concelho: idosos com reformas baixas e a passar dificuldades, famílias desempregadas que estão a emigrar à procura de melhores condições de vida, famílias que estão a mais de dez anos à espera de uma habitação social. Isto é vergonhoso! É preciso combater o desemprego e a desertificação com a criação de novos postos de trabalho, facilitando o investimento privado e apoiando as famílias.”

A candidata acrescenta ser objectivo do partido “apoiar os agricultores, os pescadores, os bombeiros. Por exemplo: a profissão de bombeiro que é uma profissão de risco, tem de ser mais valorizada, e neste momento os bombeiros estão a enfrentar dificuldades pela falta de material, isto é gravíssimo! Também os cantoneiros, os jardineiros e os coveiros merecem ser mais valorizados. Não é só os engenheiros e os doutores que são importantes, também estes profissionais são fundamentais na sociedade. A nossa proposta será abrir concurso para mais cantoneiros, jardineiros e coveiros, dando-lhes formação e emprego, colmatando, assim, dificuldades sentidas em todas as freguesias do nosso concelho”.

Tópicos