Maria Inês Rodrigues dos Santos Guerreiro distinguida com Insígnia Autonómica de Valor

13 Jun 2018 / 17:58 H.

Licenciou-se em Ciências Sociais e Políticas pela Universidade Técnica de Lisboa. É titular de várias formações em gestão e organização de projectos.

Entre o período de 1976 a 1997, exerceu a sua actividade profissional na Madeira onde acumulou um vasto currículo profissional. Entre outros cargos, foi Coordenadora do Departamento da População Idosa e Assessora do Secretário Regional dos Assuntos Sociais para a criação e lançamento de uma Política Integrada para o Sector, que levou, em 1980, à criação do Programa Regional de Apoio Integrado à População Idosa da RAM, pioneiro em Portugal.

Em 1988 assume o cargo de Directora Regional da Segurança Social e Presidente do Centro Regional de Segurança Social, cargo que exerceu até 1996, data em que fixa a sua residência em Lisboa.

Entre Outubro de 1996 e Julho de 1998, coordenou no Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social projectos no quadro do Subprograma Integrar, II Quadro Comunitário de Apoio. Entre 2001 e 2005, foi Assessora da Secretária de Estado Adjunta e da Saúde. Em 2005, foi nomeada Coordenadora da Comissão Nacional para as Pessoas Idosas e Cidadãos em Situação de Dependência.

Foi a responsável pela criação da Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados na Região Autónoma da Madeira, em 2003, a qual se iniciou, em Abril de 2004, através de um projecto-piloto.

Em 2006, foi nomeada Coordenadora da Unidade de Missão para os Cuidados Continuados Integrados (UMCCI), cargo que manteve até 2012, data da extinção desta unidade. Responsável pelo lançamento e implementação da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), em Portugal, é nomeada, a 1 de Dezembro de 2012, Coordenadora Nacional da RNCCI, função que exerceu até à data da sua aposentação, a 1 de Março de 2014.

Integrou diversos grupos, conselhos e comissões nacionais, europeias e internacionais, tais como, entre 2001 e 2003, o Comité de Política Económica para a política de Long Term Care e, em 2008, o Comité de Protecção Social, ambos da Comunidade Europeia (CE).

Em Julho de 1998, integrou a Cruz Vermelha Portuguesa, assumindo o cargo de Vogal da respectiva Direcção Nacional, onde se manteve até 2005. Entre 2009 e 2012, foi Membro da Comissão de Ética da Universidade Autónoma de Lisboa.

Conferencista e formadora convidada em Escolas Superiores, Universidades e Instituições, com diversos trabalhos e artigos publicados.

Em Outubro de 2015, a convite do Governo do Brasil, participou na elaboração da Carta de Brasília, produzida no I Seminário Internacional sobre Políticas de Cuidados de longa duração para Pessoas Idosas.

Actualmente é consultora da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa para a área dos Cuidados Continuados Integrados.

Entre as diversas homenagens recebidas de Instituições Particulares de Solidariedade Social, Misericórdias e Autarquias no decurso da sua vida profissional, avultam, em 2016, a Medalha de Serviços Distintos da União das Misericórdias Portuguesas e a Medalha de Serviços Distintos, grau ouro, do Ministério da Saúde.

Esta mulher das causas sociais está agora entre as 13 personalidades madeirenses que o Governo Regional vai homenagear no dia 1 de Julho, no âmbito das comemorações do Dia da Região Autónoma da Madeira e das Comunidades Madeirenses, que este ano decorrem na ‘Ilha Dourada.

  • 1
    $tempAlt.replaceAll('"','').trim()