Madeira tem maior taxa de compromisso do país no apoio a projectos de desenvolvimento rural

22 Jun 2018 / 16:16 H.

O Governo Regional celebrou, há instantes, a aprovação de 23 candidaturas ao Programa de Desenvolvimento Rural para a Região Autónoma da Madeira (PRODERAM). Em cima da mesa estiveram projectos não-agrícolas, tais como iniciativas de turismo rural, criação de negócios ou recuperação de património edificado.

Na ocasião, Miguel Albuquerque congratulou-se pela taxa de compromisso do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER) ser a melhor do país. “A taxa de compromisso (66%) é a maior do país, o que demonstra que o princípio da proximidade e da descentralização é positivo na concretização dos dinheiros disponíveis e dos projectos”, assumiu o líder do executivo regional.

Estas 23 candidaturas perfazem um investimento total de cerca de 5,6 milhões, dos quais cerca de 4,5 milhões de euros constituem investimento elegível, correspondendo a 2,8 milhões de euros de subsídio. “São 23 candidaturas que para além de alavancarem o nosso meio rural em termos financeiros, vão promover também a criação de 44 novos postos de trabalho o que é também um facto a ter em linha de conta”, disse, por sua vez, Marco Gonçalves, gestor no quadro comunitário do PRODERAM.

O Governo Regional comparticipa neste apoio com uma verba superior a 420 mil euros.

Outras Notícias