Loja Social de Santana vai estar aberta a tempo inteiro

08 Fev 2018 / 19:57 H.

A secretária da Inclusão e Assuntos Sociais confirmou, hoje, que a Loja Social de Santana irá manter-se aberta, a tempo inteiro, coma presença de uma assistente social. A governante participou hoje na cerimónia de tomada de posse da Associação Santana Cidade Solidária. O Governo Regional auxiliou esta Loja Social com 17 mil euros.

“Vamos apoiar, nesta área dos recursos humanos, porque trata-se de uma loja social que apoia 300 pessoas, que a partir de agora passam a ter uma estrutura muito mais profissional, que permite dar uma resposta diferente”, ressalvou Rita Andrade. A governante lembrou ainda que irá existir uma articulação com o Banco Alimentar, “que está a trabalhar muito bem na Região Autónoma da Madeira”.

Rita Andrade aproveitou a ocasião para deixar uma mensagem de “confiança e elogio” ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido por esta associação, nomeadamente no Lar de Santana. O seu papel tem sido importante nas respostas sociais. Nesse Lar de Santana estão 50 idosos em regime residencial, 20 no Centro de Dia e são ainda distribuídas 94 refeições diariamente a idosos e a cidadãos com carências. Além disso, há 63 pessoas a serem apoiadas pela ajuda domiciliária e de higiene e existe uma lavandaria social.

Esta iniciativa tem o apoio do Governo regional, através do Instituto de Segurança Social da Madeira. O total dos apoios concedidos a esta instituição, em 2017, rondou os 850 mil euros.

Questionada sobre a necessidade de mais associações que façam o trabalho que a Associação Santana Cidade Solidária faz, Rita Andrade diz que, em breve prazo, será preciso mais iniciativas semelhantes a esta, nomeadamente através de parcerias e protocolos.

Outras Notícias