JPP pede coerência ao PSD em relação à redução da carga fiscal na Madeira

07 Nov 2017 / 11:58 H.

O Juntos Pelo Povo defende uma redução da carga fiscal, no orçamento para 2018 e o cumprimento dos contratos-programa com os municípios. Estas foram as preocupações manifestadas na reunião com Pedro Calado.

O JPP defende o “alívio fiscal para as famílias ao nível do IRS, dentro das possibilidades de sustentabilidade das contas públicas” e um alívio fiscal para as pequenas e microempresas de 4 pontos percentuais no IRC.

“Isto terá um impacto de pouco mais de 7 milhões de euros na receita da Região que poderia ser facilmente resolvido com a reduçãoda despesa”, justifica Élvio Sousa.

Os deputados do JPP esperam que o governo seja coerente com o que o PSD tem defendido nas autarquias em que é oposição.

“Não quisemos deixar passar uma comparação. Não deixa de ser bicéfalo e caricato, termos um PSD, nas autarquias de Santa Cruz e do Funchal a defendera devolução de rendimentos à população, por via do IRS, ou a anulação da derrama e ter um PSD, no governo regional e na assembleia a recusar a devolução de rendimentos ao povo e a redução de impostos às empresas”, afirma.

Outras Notícias