JPP alerta para problemas com a água de rega do Porto da Cruz

16 Set 2017 / 11:58 H.

A candidatura do Juntos pelo Povo (JPP) deslocou-se ao Sítio do Serrado para alertar para os problemas que afectam os agricultores devido à falta de controlo e vigilância da água de rega por parte da ARM (Àguas e Resíduos da Madeira).

“Defendemos que deveria haver uma maior ligação entre a câmara, juntas de freguesia e associações de agricultores do concelho de Machico. Estas entidades deveriam passar a ser os interlocutores entre os agricultores/regantes e a ARM/Secretaria da Agricultura, de forma a obterem mais força para expor e debater esses problemas e encontrar soluções”, afirmou Adelino Mendonça.

O candidato do JPP à Junta de Freguesia do Porto da Cruz salientou que “estas questões não só afectam os agricultores, mas também podem afectar o turismo, já que a paisagem cultivada é uma imagem que atrai muitos turistas”.

Para melhorar a situação, o JPP alerta para a necessidade de resolver quatro questões. São elas: Irregularidade dos caudais durante o dia e nos vários dias da semana; os dias do período de rega são muito elevados para determinadas culturas; o início da época de rega devia começar mais cedo em Machico; água paga e não utilizada pelos proprietários de terrenos que poderia estar disponível para outros; o custo da água de rega é muito elevado e uma das soluções poderia passar por uma contribuição por parte do turismo, já que a actividade agrícola contribui para uma imagem turística da Madeira.

Tópicos

Outras Notícias