Governo Regional quer melhorar remunerações e condições da Protecção Civil

14 Nov 2017 / 14:48 H.

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, anunciou hoje a intenção de dotar a protecção civil regional de mais meios, quer materiais quer remuneratórios, além da formação profissional dos elementos que a compõem.

“Queremos, na verdade, melhorar as condições de operacionalidade das nossas corporações em duas áreas. Primeiro melhorarmos as condições de trabalho e as condições de remuneração das nossas forças dentro daquilo que é possível no âmbito do quadro orçamental, mas, em segunda linha, continuarmos a dotar o nosso pessoal da melhor formação possível”, afirmou na sessão de abertura do primeiro encontro regional sobre salvamento e desencarceramento.

De acordo com a informação da secretaria regional da Saúde - que tutela a protecção civil - “trata-se de um encontro pioneiro no país” que acabou por despertar o “interesse de bombeiros do continente”, tendo reunido um total de 139 inscritos.

O encontro visa a “actualização de conhecimentos na área do desencarceramento”, acrescentou a secretaria regional.

Esta iniciativa conta “com a presença de três grandes empresas especialistas nesta área que farão demonstrações em cenários montados no campo de treinos do Serviço Regional de Protecção Civil”, indicou o presidente da protecção civil regional, José Dias.

O responsável realçou a liderança da região “numa tecnologia de ponta, da melhor que existe no mundo que cada vez mais se vai massificar”, já que são usadas ferramentas mais eficientes em termos energéticos e com uma maior autonomia.

Outras Notícias