Forças de segurança pedem melhores condições laborais na Madeira

12 Out 2017 / 16:36 H.

Polícia de Segurança Pública, Guarda Nacional Republicana e Polícia Marítima juntaram-se hoje numa concentração pela baixa do Funchal, reunindo cerca de 200 elementos destas forças de segurança.

O porta-voz do descontentamento foi Eduardo Nóbrega, presidente da delegação da Madeira do Sindicato de Polícia Pela Ordem e Liberdade (SPPOL).

A concentração deu-se no Largo do Colégio e a comitiva parou em frente ao Palácio de São Lourenço, para o Representante da República, Ireneu Barreto, ouvir a contestação e os apitos deste grupo manifestamente descontente com as suas condições laborais.

Esta iniciativa não abrange só a Madeira, estando outras manifestações a percorrer o país.

Outras Notícias