Fátima Lopes e Nini Andrade Silva distinguidas pelo Liceu Jaime Moniz

A distinção acontece amanhã, quarta-feira no Liceu

26 Dez 2017 / 14:35 H.

No âmbito das comemorações dos 180 anos do Liceu/Escola Secundária Jaime Moniz, o presidente do Conselho Executivo distingue esta quarta feira, dia 27 de Dezembro pelas 11h30, duas antigas alunas, Fátima Lopes e Nini Andrade Silva, que frequentaram a instituição e que se têm notabilizado no País e no mundo.

No renovado núcleo museológico “O Lyceu”, há um friso reservado a antigos alunos deste estabelecimento escolar que têm prestado relevantes serviços ao País. Este mesmo friso, inaugurado a 4 de outubro, será agora completado com os quadros de Fátima Lopes e Nini Andrade Silva, numa altura em que as artistas passam férias na Madeira, numa pausa nos seus compromissos profissionais.

Fátima Lopes nasceu em 1965, na ilha da Madeira. Em 1990 mudou-se para Lisboa, onde abriu uma loja com o seu nome. Em 1992, realizou, no Convento do Beato, o seu primeiro desfile. A partir de então, não mais deixou de apresentar as suas coleções em grandes desfiles individuais, em Portugal e no estrangeiro. Hoje, é um nome de referência no panorama internacional da moda e foi, em 2006, agraciada pelo Presidente da República, Jorge Sampaio, com o Grau de Comendadora da Ordem do Infante D. Henrique, por serviços prestados na divulgação da cultura nacional além fronteiras.

Nini Andrade Silva é uma das mais prestigiadas designers de interiores do mundo. Nascida no Funchal, em 1962, Nini conta com uma impressionante obra além-fronteiras, tendo visto, por diversas vezes, o seu trabalho a ser distinguido por várias instituições. A 10 de Junho de 2011, Nini Andrade Silva foi distinguida pelo Presidente da República com o Título Honorífico da Grande Ordem do Infante D. Henrique, Grau de Oficial, pelos feitos alcançados em nome de Portugal, no país e no estrangeiro.