Eduardo Jesus não encontra uma única medida positiva da CMF para o turismo

20 Abr 2017 / 14:40 H.

“Tudo o que Câmara do Funchal tem feito pelo turismo tem sido mau. Não conheço uma única medida positiva”. A afirmação é de Eduardo Jesus e foi feita no final da discussão do Programa de Ordenamento Turístico que foi aprovado, hoje, no parlamento regional, com votos a favor de PSD, PS e JPP e abstenção dos restantes deputados.

O secretário regional da Economia, Turismo e Cultura respondia a perguntas sobre o envolvimento do município funchalense na promoção turística, nomeadamente a concorrência que estaria a fazer ao governo e garantiu que nada do que tem sido feito pela CMF tem resultado. O deputado independente Gil Canha, referiu um posto de turismo “que fecha ao fim de semana” e barracas e roulottes de comida por todo o lado. Rui Barreto, do CDS, lamentou a concorrência da câmara liderada por Paulo Cafôfo nas verbas para o turismo e apontou situações em que o município não defende a imagem da cidade.

A defesa da CMF veio de Jaime Leandro, líder parlamentar do PS que afirmou que “nem tudo o que a câmara faz está mal feito, nem tudo o que o governo faz é perfeito” e acusou o governante de ter um posicionamento partidário. Posição semelhante teve Rodrigo Trancoso, do BE, que defende a participação dos municípios nas estratégias do turismo.

Outras Notícias