É preciso conhecer a avaliação dos clientes aos serviços

19 Mai 2017 / 17:45 H.

Pedro Abrunhosa refere que o pós-25 de Abril trouxe a excelência. O cliente avalia permanentemente os serviços e as empresas são sensíveis à sua opinião. Isso levou a uma mudança.

O músico, que está a participar no debate do Dia do Empresário Madeirense, afirma que é crucial conhecer o feedback dos clientes, dando-lhes aquilo que eles querem, “mas bem”. “Quanto mais identidade Portugal tiver, mais fácil é impor-se a nível internacional”, explica.

A vontade de mudança, segundo Pedro Abrunhosa, também se viu no Festival da Eurovisão porque, “de repente, ganha a arte em detrimento do entretenimento”. No entanto, afirma que não vai mudar o paradigma cultural, porque sempre existiram excelentes autores em Portugal. A genuidade artística é o que as pessoas querem, defende o compositor e empresário.

Por seu lado, José Bernardo, presidente da PwC, referiu que importa valorizar e dar a conhecer o que de bom se faz no país, como forma de catalisar esse sucesso para outras empresas e produtos.

Rui Teixeira, administrador do Millenium BCP, assumiu que não conhece um serviço como o nosso multibanco e que temos um sistema financeiro “de confiança e qualidade”.