“Como é que uma dívida da CMF põe em causa toda a gestão financeira do Município?”, questiona PSD

17 Mai 2018 / 16:12 H.

Os Vereadores do PSD pediram esclarecimentos ao presidente da Câmara Municipal do Funchal sobre as dívidas da Autarquia à ARM (Águas e Resíduos da Madeira), mas de acordo com Rubina Leal, “não obtiveram nenhuma resposta por parte do edil”.

A vereadora do PSD, diz que a Câmara “não honra os seus compromissos e não acatou aquilo que foi decidido pelo Tribunal”, sublinhando que todas as pessoas que pagam a factura de água e de resíduos sólidos à CMF “não concordam que a Autarquia não pague esses serviços ao fornecedor”. Rubina Leal questiona o que acontece às verbas (de água e de resíduos sólidos) que “deveriam ir para o fornecedor e não vão”, lembrando as afirmações do executivo camarário de ter “a melhor gestão de sempre”.

A vereadora diz não compreender “como é que uma única dívida, a um único fornecedor põe em causa toda a gestão financeira do Município”, tendo pedido esclarecimentos ao presidente da CMF para tentar perceber como é que Autarquia chegou a “uma situação como esta”.