Cláudia Monteiro de Aguiar analisa mulheres na política

EUA /
30 Nov 2016 / 18:03 H.

Cláudia Monteiro de Aguiar, eurodeputada do PSD, participou num debate na Embaixada dos Estados Unidos sobre a participação das mulheres na vida política europeia e americana com o objectivo de analisar estratégias para envolver mais as mulheres na vida política activa e no mundo empresarial.

Segundo Cláudia Monteiro de Aguiar “as sociedades têm evoluído bastante ao nível da inclusão das mulheres mas entendo que ainda existe um longo caminho a percorrer quer a nível nacional e europeu. Este trabalho tem também de contar com a participação das autoridades regionais e locais, das associações e das empresas”.

O recente resultado das eleições americanas que deram a vitória (para muitos inesperada) a Donald Trump foi também tema de debate, sobretudo o facto de apenas 43% das mulheres ter votado a favor do candidato republicado. Quando todos esperavam que os Estados Unidos da América finalmente tivessem uma mulher como Presidente, a sociedade americana demonstrou que muito trabalho ainda está por fazer a fim de permitir que as mulheres alcancem lugares de topo quer na política, quer no mundo empresarial em ambos os lados do Atlântico.

“A educação desempenha um papel fundamental na sociedade, devendo-se começar a desenvolver programas de formação cívica que promovam a participação das mulheres na vida política e empresarial desde a escola primária. A sociedade tem também de estar disponível para envolver as mulheres na vida pública e há todo um trabalho em ter em conta e confiança que deve ser feito” defendeu a Eurodeputada do PSD.

Na discussão esteve a grande questão das quotas. Cláudia Monteiro de Aguiar entende que “por vezes elas são um mal necessário, sobretudo em alguns países europeus onde os cargos de topo e funções de decisão são maioritariamente masculinos”.

No debate organizado pelo German Marshall Fund of the United States participaram também ErinVilardi, Fundador da ONGVoteRunLead e SusannahWellford, Presidente da EntidadeRunningStart.

Foram ainda abordadas a importância que as redes sociais assumem a promover as mulheres na política, a importância dos mentores e sobretudo fazerem valer a sua opinião entre aqueles que já ocupam lugares há mais tempo.

Outras Notícias