Calado exorta alunos a terem “esperança e optimismo”

Foi na entrega de Prémios Escolares ZFI 2017

09 Fev 2018 / 14:37 H.

O vice-presidente do Governo Regional exortou hoje os alunos da Região a olharem para o seu futuro “com muita esperança e com muito optimismo”.

Foi na cerimónia de entrega de Prémios Escolares Zona Franca Industrial 2017, que decorreu nas instalações da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM), no Caniçal, que Pedro Calado ‘prometeu’ corresponder à esperança e optimismo daqueles que se prepararam para “entrar na vida real”, assegurando que este Governo continuará a desenvolver políticas que contribuam para “criar um mundo melhor para vós”, disse.

O “crescimento muito favorável” da economia regional dos últimos anos serviu também para registar não só a “dinâmica” da própria economia, mas também aquela que tem vindo a ser promovida pela Zona Franca Industrial, apesar da “muita pressão a nível internacional”, queixou-se. Motivo para reafirmar “a grande aposta que o GR faz e tem de continuar a fazer” na Zona Franca, lembrando que as “cerca de 2100 empresas” ali registadas “contribuem muito para a receita fiscal da Região”, e da qual, “parte muito significativa” financia “o investimento público”, nomeadamente as apostas na Educação e na Saúde, entre outras. E porque “grande parte dessa fatia vem das empresas sedeadas na ZFI”, destacou o crescimento registado no último ano (23%) para concluir que tal fica também a dever-se não apenas à dinâmica mas também à “grande segurança e conforto que as empresas têm” na Zona Franca, complementada com “a qualidade dos nossos recursos humanos”, elogiou.

Antes de “premiar a dedicação dos melhores alunos” e de deixar a promessa de tentar atrair “mais e melhores empresas”, Pedro Calado garantiu que este Governo está receptivo às preocupações dos alunos e interessado em melhorar aquilo que houver para melhorar para proporcionar um “futuro melhor” a estes Homens do amanhã.

Antes, manifestou “grata satisfação” por estar presente na cerimónia realizada na casa onde passou grande parte da sua infância.

Pelo 13º ano consecutivo, estes prémios escolares atribuídos aos melhores alunos dependentes de trabalhadores da Zona Franca Industrial, além de “estimular o mérito”, conforme sublinhou Francisco Costa, presidente do Conselho de Administração da SDM, reflectem também “o exercício da nossa responsabilidade social”, concretizou.

Outras Notícias