Cafôfo: “Muitos que actualmente defendem o gado na serra só fazem por mero interesse eleitoralista”

17 Jun 2018 / 18:59 H.

“Muitos que actualmente defendem o gado na serra só fazem por mero interesse eleitoralista. Ao contrário, sempre defendi o gado convictamente”. A afirmação foi de Paulo Cafôfo, candidato às eleições regionais de 2019 pelo PS, que ontem voltou a participar nas tosquias, desta vez no Pico do Prado, em Santo António, num convívio promovido pela Associação de Pastores das Serras de Santo António, São Roque e Areeiro, que juntou criadores e mais de 150 cabeças de gado.

Cafôfo não apontou nomes, mas ficou claro que a sua declaração foi dirigida para os actuais governantes social-democratas que têm saído em defesa dos mesmos. Ora, o candidato do PS-M lembrou às centenas de populares que marcaram presença no certame que sempre defendeu “de uma forma responsável” o regresso de uma “pastorícia regrada ou ordenada”, vincando que a “pastorícia regenerativa” traz vantagens a vários níveis.

O edil teve a companhia de vários dirigentes do Partido Socialista, incluindo o seu líder, Emanuel Câmara, considerou que a grande diferença que o sector é justamente a regenerativa que “nunca se experimentou” na Região.

O também presidente da Câmara Municipal do Funchal acredita nos benefícios de uma politica que acautele os interesses dos pastores que querem uma abertura do acesso às pastagens nas zonas montanhosas, um processo que segundo o edil poderá “consolidar os solos”, evitando eventuais “deslizamentos de terras” que já causaram “consequências graves na cidade do Funchal”, mas não só na capital madeirense.

Defendeu ainda que a dinamização do sector da pecuária poderá incrementar o sector dos lacticínios, “de uma forma, que eu diria economicamente rentável”, ou até na área da tecelagem, uma vez que os turistas que visitam a Madeira aproveitam para comprar produtos típicos, recordou.

Em resumo diz que a questão deve ser analisada com serenidade: “Gado na serra, sim, ordenado e que possa garantir a segurança da cidade do Funchal”.

Outras Notícias