Barreto desafia Sousa a aprovar a entregar mais IRS aos munícipes de Santa Cruz

29 Ago 2018 / 16:55 H.

A carga fiscal aplicada aos munícipes de Santa Cruz está na ordem do dia.

Depois de Filipe Sousa, presidente da autarquia de Santa Cruz, reagir às declarações do presidente do CDS/PP, que ontem defendeu que a autarquia devia reduzir a carga fiscal aos munícipes.

É a vez do líder do CDS, Rui Barreto, ripostar, dizendo que a incoerência não está do seu partido e desafiando o autarca a do JPP a “entregar mais IRS aos munícipes de Santa Cruz, à semelhança daquilo que já faz a Câmara Municipal de Santana e outras autarquias da Região”.

“Talvez seja possível, se reduzir os pagamentos de avenças a advogados do continente”, acrescentou o democrata-cristão.

E frisou: “Termino lembrando ao Sr. Sousa que, naquilo que respeita à orçamentos de estado, fui o único deputado eleito pela Madeira a votar contra dois OE apresentados por um Governo do qual o meu partido fazia parte, precisamente porque estava contra o aumento da carga fiscal sobre a Madeira e sobre os Madeirenses. Quanto a coerência, estamos conversados”.

Outras Notícias