Banco Alimentar Contra a Fome apoiou 10 mil pessoas em 4 anos na Madeira

Sob o mote ‘Partilhar sabe bem’ arranca no próximo fim-de-semana, 3 de Dezembro, em todo o País, mais uma campanha de recolha de alimentos, promovida pelos Bancos Alimentares Contra a Fome.

30 Nov 2016 / 14:52 H.

Sob o mote ‘Partilhar sabe bem’ arranca no próximo fim-de-semana, 3 de Dezembro, mais uma campanha de recolha de alimentos, promovida pelos Bancos Alimentares Contra a Fome.

Esta acção solidária já bem conhecida dos portugueses, é a 50.ª campanha promovida pelos Bancos Alimentares, que comemoram este ano 25 anos. 42 mil voluntários em mais de 2 mil super e hipermercados, vão convidar quem vai às compras a partilhar alimentos com quem precisa de ajuda. A campanha prolonga-se até 11 de Dezembro na Internet.

O objectivo é simples: incentivar a partilha para levar comida a quem mais precisa, Isabel Jonet, presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, destaca: “Não podemos ficar indiferentes a uma realidade que está em nosso redor, e essa é a razão pela qual voltamos a apelar solidariedade, envolvimento e contributo de cada cidadão contribuindo assim para melhorar o cenário de carência alimentar que continua a assolar muitos cidadãos e famílias em Portugal.”

Banco Alimentar Contra a Fome da Madeira

Desde 2012, as campanhas na Madeira já contaram com a participação de mais de 2 mil voluntários. Até hoje, mais de 10 mil pessoas foram apoiadas com alimentos, em parceria com 52 instituições de solidariedade, ou seja, são 4 anos a levar comida a quem mais precisa.

“Ao longo destes anos foi possível ampliar o apoio e ajuda a quem mais precisa de se alimentar, com o envolvimento de cada vez mais doadores, cadeias de distribuição, mercados abastecedores e outras fontes de angariação e muitos voluntários, a quem fazemos o nosso reconhecimento público”, refere o Banco Alimentar Contra a Fome em nota à imprensa.

Alguns dados

No ano passado, os 21 Bancos Alimentares em actividade em Portugal distribuíram 27.370 toneladas de alimentos, prestando assistência a 2.700 instituições que os entregaram a perto de 420 mil pessoas com carências alimentares comprovadas, sob a forma de cabazes ou de refeições confeccionadas.

Ajuda Vale e portal de Doação online

A campanha volta ainda a disponibilizar Vale de produtos, que estarão também disponíveis entre os dias 3 e 11 de Dezembro nas caixas dos supermercados. Cada vale tem um código de barras específico associado para os produtos que cada pessoa queira doar ao Banco Alimentar.

Adicionalmente e dando ainda a oportunidade a todos aqueles que não têm a oportunidade de se deslocarem aos pontos de recolha, que se encontram ou residem fora de Portugal, o Banco Alimentar disponibiliza ainda o portal de doação online www.alimentestaideia.pt.

Partilhar sabe bem

A campanha de Recolha de Alimentos conta com uma nova assinatura ‘Partilhar sabe bem’, que pretende estabelecer uma analogia com a partilha que acontece hoje nas redes sociais e que pretende motivar também a partilha desta causa, criando um verdadeiro fenómeno de “passa palavra” social.

25 Anos a levar comida a quem mais precisa

O Banco Alimentar celebra este ano 25 anos de existência, no âmbito daquele que foi declarado o Ano Nacional contra o Desperdício Alimentar. Ao longo destes anos foi possível ampliar o apoio e ajuda a quem mais precisa de se alimentar, com o envolvimento de cada vez mais voluntários, existindo hoje 21 Bancos Alimentares (zonas de Abrantes, Algarve, Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Cova da Beira, Évora, Leiria-Fátima, Lisboa, Madeira, Oeste, Portalegre, Porto, S. Miguel, Santarém, Setúbal, Terceira, Viana do Castelo, Viseu).

Outras Notícias